NOTÍCIAS

31.07.2020 - Empresa de ônibus Biguaçu entra em recuperação judicial

Por Ânderson Silva

 

A Biguaçu Transporte Coletivo entrou em processo de recuperação judicial. A empresa opera 72 linhas de ônibus na Grande Florianópolis com a ligação entre a Capital e Biguaçu, São José, Palhoça, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos. O pedido oficial da direção à Justiça ocorreu em 7 de julho, com a confirmação do juiz da Vara Regional de Recuperações Judiciais, Falências e Concordatas, Luiz Henrique Bonatelli, no dia 12. Um dia antes de oficializar a solicitação ao judiciário, em 6 de julho, a Biguaçu demitiu 160 funcionários.

A empresa tem 590 trabalhadores e uma frota de 189 veículos. A estimativa da direção é de que são transportados pela Biguaçu 1,2 milhão de passageiros por mês, em média. Na justificativa para o pedido, a empresa alega, principalmente, a crise econômica gerada pelos impactos do coronavírus.

A direção diz que o atual momento “não decorre de falhas internas de gestão, mas sim de fatores econômicos inesperados, tais como a recessão da economia acentuada principalmente com paralisação das atividades, devido ao coronavírus, déficit público elevado que limita investimentos na economia, desemprego acentuado, dentre outros, que gravemente atingiram o cenário econômico nacional como um todo e nos mais diversos setores da economia brasileira (comércio, serviço, indústria, agronegócio, construção civil, et.) e no exterior, com a desaceleração da economia global”.

Por conta disso á que a Biguaçu pede “uma ampla e justa renegociação do endividamento com seus credores, motivo pelo qual não restou alternativa senão socorrer-se do presente pedido de recuperação judicial”. No cronograma estabelecido junto ao Judiciário, os credores foram comunicados no dia 21 de julho. A partir disso se abrem novos prazos, incluindo a apresentação do plano de recuperação.

Fonte: NSC