NOTÍCIAS

13.06.2019 - Especialista aborda trabalho de perito judicial na Unesc

Agenor Daufenbach Júnior relatou experiências e impressões sobre o ofício técnico de assessoramento ao trabalho dos juízes

Uma das ferramentas utilizadas pelos magistrados para garantir a justiça, a perícia judicial é um dos campos de atuação dos contabilistas. A atividade, suas responsabilidades e os mais de 20 anos no ramo foram o tema de uma conversa com Agenor Daufenbach Júnior, da Gladius Consultoria, com estudantes da 8ª fase de Ciências Contábeis da Unesc, na noite desta terça-feira, 11.

No exercício da função de assistente técnico de uma parte e sobretudo como perito escolhido pelo juiz, Daufenbach enaltece a credibilidade como maior patrimônio do profissional. “É um campo aberto com muitas oportunidades, porque o número de ações nos cartórios está sempre em crescimento, porém é um trabalho caracterizado pela proximidade com o juiz, a conquista da confiança dos magistrados porque somos um braço técnico deles, extraindo número”, observou.

Aos estudantes Daufenbach frisou as dificuldades no começo e deu conselhos. “Na perícia judicial o início de carreira é mais difícil em razão de os juízes em geral priorizarem profissionais da confiança deles, então um caminho se vocês quiserem seguir por essa área é aproximar-se de advogados com quem vocês têm relação para receber indicações de assistência técnica. E quando começar, procurar condensar todo o conhecimento de vocês em laudos objetivos, porque hoje em dia os magistrados e seus gabinetes não têm tempo”, indicou.

Fonte: 4oito